ÓBIDOS

 

 

Óbidos casinha

Bi Óbidos

Óbidos Blog

IMG_4052

IMG_4111

IMG_2464

IMG_4093

IMG_4090

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

IMG_4070

IMG_4337

IMG_0309

Gosto de chegar em Óbidos no final da tarde, quando a maioria dos turistas estão indo embora. Por se encontrar apenas a 45 minutos de carro, vem sendo muito procurada por aqueles que tem um tempinho para sair de Lisboa, e se vc tiver um tempo a mais, se hospede em uma das várias pousadas que se encontram dentro e fora da muralha.

Nesta Vila se encontram séculos de história, sua origem remonta ao século I, tendo passado por ela romanos, visigodos e árabes . Era local onde a monarquia tinha como preferência para seus tempos de descanso.

Óbidos também é conhecido como “vila das rainhas” por antigamente ser tradição os reis de Portugal oferecerem a Vila como presente às rainhas.

Outra característica que chama atenção é a quantidade de livrarias espalhadas por esta vila medieval. Existem livrarias em antigas igrejas, em um antigo refeitório da cidade onde agora é um mercado biológico, em galerias de arte, em centro de design ou edifício dos correios.

Em 2015 realizou-se inspirada na FLIP de Paraty no Brasil, o primeiro Festival Internacional de Literatura, FOLIO, trazendo para palestras  nomes como Mia Couto, Luis Fernando Veríssimo, Ruy Castro, Nelson Motta e também jovens escritores portugueses como Hugo Gonçalves e João Tordo. Houve também shows de diversos artistas como Antonio Zambujo cantando Caetano Veloso, Cristina Branco cantando Chico Buarque. Gregório Duvivier  (Porta dos Fundos) também trouxe para a feira seu espetáculo de Stand Up.

Acontece também em final de março o Festival Internacional do Chocolate. Durante alguns dias as ruas transformam-se em verdadeiras vitrines de bolos e bombons que todos podem provar e comprar.

Outra pérola ou melhor fruta, é a Ginja (semelhante a cereja). Graças ao particular microclima o concelho de Óbidos possui as melhores ginjas da Europa, sendo assim conta-se que um antigo frade tirou proveito da grande quantidade desta fruta na região e produziu o licor. A receita foi gradualmente difundida passando a ser confeccionada pelas famílias de Óbidos que orgulhosamente usavam para presentar seus hóspedes.

 

 

 

LISBOA – BAIRRO ALTO

 

Estandal bairro Alto 2   Copos Bairro Alto   IMG_9683 (1)   Maria Zé Cachuxa 2

Minha dica! Jogue-se nele de cabeça, pois  é diversão na certa!

Passear durante o dia, pelas ruas super estreitas, vc vai reparar senhoras nas suas sacadas estendendo roupa e falando muito alto uma com as outras. Vai pensar que estão discutindo, mais é o jeito delas mesmo!

No passado este bairro abrigava sede dos principais jornais do país, que deram nome as ruas como Diário de Notícias e O Século. Era um bairro muito frequentado por jornalistas, escritores e estudantes. Também foi lugar das tascas dos marinheiros e de prostituição.

Atualmente encontra-se nele a maior concentração de bares e restaurantes, onde se mistura gente de todo o mundo. A boa pedida é tomar uns copos, jantar em algum restaurante português ou internacional e depois seguir para um bar com música ao vivo ou dançar ao som de um Dj incrível. A Noite Lisboeta neste bairro vai até 2:30 da manhã, depois os estabelecimentos são obrigados a fechar, pois ele também é um bairro residencial.

Se quiser estender passe pela ladeira da Bica e desça até a famosa Rua Rosa onde existem as boates para dançar até mais tarde.

Durante o dia no Bairro Alto vc também pode curtir as lojas, que vão desde as tradicionais como Leitão & Irmão, as de marcas moderninhas, ateliers de designers bacanas, lojas de piercing, tatuagens e mais cabelereiros super stylist.

 

 

ERICEIRA

 

Ericeira 5

Pria ericeira 2  Praia Ericeira  Ericeira 6  Ericeira 3  Ericeira 4

Ericeira fica a 50 km de Lisboa, de carro 45 minutos. Por esta razão adoro de vez em quando passar o dia por lá e curtir um almoço nesta vila super pitoresca e tranquila.

O Surf é o  esporte que mantém ativa a economia local. A Praia Ribeira d ´Ilhas é reserva mundial do surf, atraindo surfistas do mundo inteiro. Por lá se encontram muitas lojas do ramo misturadas a lojas de cestarias de palha típicamente portuguesa.

Os pescadores de Ericeira também fazem parte da história deste local, onde no ano de 1547, o Rei D. João III concede aos pescadores venderem peixe “a olho” e não “a peso”.

Na praia dos pescadores em 1910 ocorre o episódio da fuga de D. Manuel II e família real, ele com 20 anos, fugindo a revolução republicana.

 

COSTA DA CAPARICA

Praia Costa caparica  IMG_7361   Caparica Jou

Saindo de Lisboa e pegando a ponte 25 de Abril, direção Almada, em 15 minutos chega-se na Costa da Caparica, onde existem várias praias ao longo de uma costa só. As praias são: Nova Praia, Praia do Castelo, Praia da Sereia, Praia de São João, Praia do CDS, Praia da Fonte da Telha entre outras. Algumas são para surf, outras para kitesurf, paddle, alguns restaurantes deliciosos e sempre um bom estacionamento. Durante o inverno também é muito gostoso dar uma boa caminhada.

LISBOA – PRÍNCIPE REAL

IMG_7446Lambreta P. Real

Subindo o Bairro Alto chega-se ao Príncipe Real, um bairro que além de residências lindas, muitas delas com vista para o Rio Tejo, tem uma pegada mais moderna, é ali que se misturam tascas (restaurante português) com restaurantes contemporâneos de nacionalidades diferentes, lojas de produtos típicos com outras de marcas moderninhas portuguesas.

Aos sábados no Jardim (praça) acontece a feirinha biológica e no primeiro de cada mês a feira se estende para produtos típicos portugueses ao longo de todo jardim durante todo o dia.

Neste mesmo jardim em uma esquina está o mini quiosque cor de Rosa onde não se vende bebida alcólica e do outro lado está o Quiosque do Sr Oliveira, que só abre de segunda a sexta, tem uma cara bairrista c uma localização previligiada guardando os últimos raios de sol do dia. Lá se toma um café quentinho, uma imperial bem fresca (chopp gelado) ou um copo de vinho acompanhado de tremoços e da simpatia do proprietário.

LISBOA

IMG_7974           São Bento  IMG_6794   cópia de Colunas DOM

 

Lisboa é uma cidade muito fácil de chegar, o aeroporto está a 15 minutos do centro histórico.

Os bairros mais antigos e típicos são Alfama e Bairro Alto. Os dois tem em comum ladeiras, vielas, restaurantes, casas de fado. Também são neles onde ocorrem as maiores festividades dos Santos populares, sendo 12 de junho a noite mais especial onde se comemora Santo Antonio, muito venerado em Lisboa e tratado como padroeiro da cidade.

Os prédios com cores claras refletindo sobre o Rio Tejo faz com que esta cidade tenha uma luz prória e especial. O visual urbano que me chama mais atenção são os telhados sobre o casario colorido, muitos com fachadas de azulejos típicos portugueses. Descer e subir ladeiras a pé ou de elétrico, apreciar o vai vem dos barcos sobre o Rio Tejo, comer peixes frescos e sardinhas no santo Antonio, são dos grandes prazeres que esta cidade oferece e que me faz agradecer todos os dias por aqui estar a viver!